Ao mestre Lorenzato, com meu rosto debulhado em lágrimas

Crônicas com Café , , , , , , 0 Comment on Ao mestre Lorenzato, com meu rosto debulhado em lágrimas

Nunca vou me esquecer do dia em que conheci o velho Lorenzato. Eu ainda menina, fui visitá-lo numa casinha linda, num descampado, cercada por varais, onde uma escultura , em tamanho, natural, representava sua falecida esposa, cuidando dos afazeres domésticos....

Continue lendo

Amor Vagabundo

Crônicas com Café , , , , , , , , , , 6 comentários em Amor Vagabundo

Tenho um amor a cada esquina. Alguns me olham com jeito pidão de “me leva pra casa”. Outros apenas me olham de lado e dão a impressão de sorrir. Saem altivos, com o peso do mundo nas costas e a...

Continue lendo