Meus dias de vampira

Crônicas com Café , , , , , , , 1 comentário em Meus dias de vampira

Porque, de vez em quando, dá vontade de ouvir música francesa, de óculos escuros, no meio da tarde, com cortinas fechadas. Começar com Bruni e finalizar com Brel. Sem dispensar o inglês do Paramore, sobrevoando florestas. Nem o baianês metálico...

Continue lendo

Crônica: Aos mortos de Ouro Preto

Crônicas com Café , , , , , , , , , , , , 2 comentários em Crônica: Aos mortos de Ouro Preto

Vejo o tempo passar à medida em que meus passos ladeira acima tornam-se mais lentos. Mesmo assim, saio pelas ruas de Ouro Preto em busca de um tema. Na Ponte dos Contos, alguns hippies vendem artesanato. Imediatamente estou nos anos...

Continue lendo