Dois distraídos na Europa

Crônicas com Café , , , , , , , , , 6 comentários em Dois distraídos na Europa

Embarcamos eu e papai, rumo à Europa. Destino? Alemanha. Apesar de nossas raízes germânicas, não falamos nada do rascante e belo idioma. Chegando em Frankfurt, o motorista da embaixada nos esperava. “Seu” Paulo, um baiano arretado que fazia domingueiras de...

Continue lendo

As lições de meu bom pai

Crônicas com Café , , , , , 5 comentários em As lições de meu bom pai

Papai nos ensina grandes lições em pequenos gestos. Sempre sorrindo, é desses abençoados, que gargalham sozinhos no banho. Acho isso o máximo, pois o riso não me é mais fácil, como naqueles tempos de adolescente em que ríamos de tudo...

Continue lendo

“Você se alimenta da minha angústia”, filme baseado na crônica de Blima Bracher

Crônicas com Café , , , , , , , , , , , , , 14 comentários em “Você se alimenta da minha angústia”, filme baseado na crônica de Blima Bracher

https://www.youtube.com/watch?v=DLSvF4MZCQE Ficha Técnica Texto: Blima Bracher Direção:  Fred Tonucci e Blima Bracher Direção de Fotografia: Leonardo Good God Montagem e Finalização: Fred Tonucci Atores: Larissa Bracher e Ricardo Correia de Araújo Participações: Paulinho Moska e Carlos Bracher Locação: Pouso do...

Continue lendo

Letras, críticas e boas massas: o universo de Ferreira Gullar

Crônicas com Café , , , 9 comentários em Letras, críticas e boas massas: o universo de Ferreira Gullar

Magro, esquálido e orgulhoso de suas madeixas brancas e longas, que lhe encobriam metade do rosto, Ferreira Gullar tinha o hábito de jogá-las para traz e abrir um sorriso meio de lado durante as conversas, deixando a mostra os grandes...

Continue lendo

Queria todas as mulheres em mim

Crônicas com Café , , , 9 comentários em Queria todas as mulheres em mim

Queria sorrir como Larissa e Letícia, queria gargalhar como Lucianas, queria dançar como Paula e flanar como Fernandas. Queria cantar como Sílvia e encantar como Tatiana. Queria existir como Cláudia, enxergar como Karla, encarar como Gláucia e temperar como Ione....

Continue lendo