Uma “Festa portuguesa”, com certeza

Eventos , ,

O clima, os costumes, a gastronomia e a cultura dos nossos patrícios vão invadir Belo Horizonte com a 7ª edição da Festa Portuguesa. Consolidada no calendário de eventos da capital mineira, a tradicional feira acontece no dia 10 de junho (sábado), de 10 às 22 horas, na Rua Bernardo Mascarenhas e na área externa do Museu Abílio Barreto (Av. Prudente de Morais, 202, bairro Cidade Jardim), e tem entrada franca.

Promovida pela Câmara Portuguesa de Minas Gerais, pelo Consulado de Portugal em Belo Horizonte, Centro da Comunidade Luso Brasileira de Belo Horizonte, Elos Clube e pela AMALOU-Associação de Moradores de Lourdes, com patrocínio da Cimentos Liz (através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura), Pif Paf, Cervejaria Verace, Empresa Construtora Brasil, do Banco Mercantil do Brasil e da Sabseg Corretora de Seguros, e apoio do Banco Caixa Geral e Centro Universitário UNA-Gastronomia, Hospital na Residência, Hotel San Francisco Flat, Ormimaq, a festa apresentará todo legado que Portugal deixou para o Brasil com uma programação vasta que privilegia música, dança, artesanato, literatura, vinhos e deliciosas comidas típicas. Para o vice-presidente da Câmara, Carlos Alberto Lopes, o festejo é uma oportunidade de estreitar as relações entre os dois países que ultrapassam o vínculo em partilhar uma língua comum. “Principalmente Minas Gerais tem uma forte influência portuguesa na gastronomia, na arquitetura barroca e colonial, no artesanato, nas celebrações religiosas, na poesia e na música. São razões de sobra para celebrarmos e integrarmos a comunidade belo-horizontina de luso-descendentes e de apreciadores desta cultura”, afirma o vice-presidente.

Uma das novidades desta edição é o local, mais amplo, que ocupará uma área de seis mil m², e trará mais conforto para as cerca de seis mil pessoas que circularem por lá. A Câmara Portuguesa e a produtora Peixe Tolo Produções adiantaram que haverá um ambiente reservado para convidados, espaço kids com atividades recreativas. “A cada ano o evento cresce e ganha novos parceiros. Acompanhamos essas mudanças e buscamos sempre aprimorar a estrutura, logística e inovar no entretenimento”, explica Carlos Alberto Lopes.

Outra surpresa são as atrações internacionais, vindas diretamente de terras lusitanas, a banda Virgem Suta, de Beja, conhecida pelo seu pop-rock de inspiração tradicional portuguesa, e o fadista, compositor e pianista, Mario Moita, natural do Alentejo, que divulga a cultura do país pelo mundo, tendo passado por mais de 30 países. DJs e bandas locais completam a programação artística.

Na culinária, barracas da Taberna Baltazar, Caravelas, dos chefs Thiago Lima e Renato Lobato, Armazém Medeiros, Restaurante do Porto, Doces de Portugal e da Sorveteria Alento, feirinha de produtores e artesanato. Para saborear os pratos e doces típicos, vinhos portugueses e chopp Verace.

E para o evento, o Restaurante do Porto cria três pratos, que vão concorrer a prêmios em três categorias: melhor receita tradicional portuguesa de bacalhau; melhor receita com carne de porco, unindo culinárias portuguesa e mineira; e melhor arroz doce.
As três novas receitas do Restaurante do Porto foram criadas por mãe e filho (leia-se D. Glória, que é portuguesa e Leonardo).

Anota aí:

7ª edição da Festa Portuguesa
10 de junho (sábado) – de 10h às 22 horas
Rua Bernardo Mascarenhas e área externa do Museu Abílio Barreto (Av. Prudente de Morais, 202), bairro Cidade Jardim.
Entrada Franca
Informações: (31) 3213-1557, secretaria@camarabrasilportugal.com.br
Programação:
Artística:
Dj
Virgem Suta
Mario Moita
Banda da Policia Militar de Minas Gerais
Grupo Folclórico Gil Vicente
Gastronomia:
Taberna Baltazar
Caravelas
Chefs Thiago Lima e Renato Lobato
Armazém Medeiros
Restaurante do Porto
Doces de Portugal
Sorveteria Alento
Cervejaria Verace
Feirinha de produtores
Artesanato

Com:

#blimabracher @blimabracher

One thought on “Uma “Festa portuguesa”, com certeza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *