Festa em Itatiaia com artesanato e gastronomia é atração neste sábado

Eventos , ,

O adro da Matriz de Santo Antônio, em Itatiaia (Ouro Branco/MG) fica cheio de barraquinhas, com artesanato local e comidas típicas em uma grande mostra da cultura da localidade. Tem bordados e trabalhos manuais, produzidos localmente, tudo temperado pela culinária característica do povoado: frango com quiabo e angu, pastel de angu, costelinha com ora-pro-nobis, feijão tropeiro, caldos e bebidas. A Feira de Artesanato e Cultura de Itatiaia é realizada mensalmente, com os moradores organizados por meio da Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vise da Associação de Moradores do Povoado de Itatiaia, mostrando que a comunidade, unida, consegue grandes avanços.

As participantes das oficinas de artesanato promovidas pelos Bem-Te-Vis estão se especializando em retratar, nas peças produzidas, a maior joia de Itatiaia: a Matriz de Santo Antônio, tombada pelo Iphan. O processo do restauro, que se encontra em finalização, revelou pinturas originais e detalhes construtivos que inspiraram a comunidade na produção das peças artesanais. Os traços arquitetônicos e a riqueza das pinturas redescobertas são delicadamente transportados para peças em tecido, que levam Itatiaia para fora dos limites geográficos da localidade.

A comida típica local, em receitas e segredos de família, tempera a Feira de Artesanato e Culinária de Itatiaia com sabores, texturas e odores de dar água na boca. O adro vira o ponto de encontro para degustar delícias, comprar presentes, prosear com os amigos e encantar turistas com as histórias de Itatiaia. A Feira incentiva a economia coletiva e solidária, oferecendo oportunidades de geração de renda e de sustentabilidade para a comunidade, e ainda valoriza o patrimônio e o turismo locais.

Na última edição, em 7 de maio, os alunos do IFMG (campus Ouro Branco) participaram com a programação musical, que animou ainda mais o público presente.

A próxima edição da Feira de Artesanato e Gastronomia de Itatiaia será em 03 de junho (domingo), das 21h às 00h.

Bem-Te-Vis
A Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis iniciou suas atividades em novembro de 2001. Tudo começou com a criação do Coral Os Bem-Te-Vis, da Biblioteca Comunitária Professor Reinaldo Alves de Brito e do Grupo de Artesanato Arteaia.

A Biblioteca Comunitária Professor Reinaldo Alves de Brito começou que a ser montada em 2001, com a doação de dois mil volumes. Seu acervo cresce constantemente, com doações de pessoas físicas, empresas e instituições. Atualmente, ultrapassa mais de seis mil livros, com ênfase em literatura de todos os gêneros e para todas as idades, além de jornais, revistas e enciclopédias. A biblioteca funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h e, além dos livros, oferece espaço para leitura e pesquisa gratuita na internet.

Entre os parceiros da Associação estão o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o Ministério da Cultura, empresas públicas e privada e a comunidade de Itatiaia.

Matriz de Santo Antônio – Itatiaia
A Matriz de Itatiaia foi construída na primeira metade do século XVIII por iniciativa das irmandades do Santíssimo Sacramento, Nossa Senhora do Rosário dos Pretos e São Benedito. Apresenta duas etapas distintas de construção. A parte dos fundos do templo (capela-mor e corredores laterais) foi executada em estrutura de madeira com vedação de pau-a-pique e aparenta ser a primitiva capela original. A ela foram acrescidas, posteriormente, a atual nave, as torres e o frontão, em pedra. (Fonte: Iphan)

Durante os anos de 1982 a 1984, a matriz ficou exposta às intempéries climáticas, que acabaram por danificar os altares laterais e colaterais da nave e o forro, que foi perdido. O trabalho de restauro dos bens integrados e Acervo de Imaginárias da Matriz de Santo Antônio é realizado pela Associação Sócio Cultural Os Bem-Te-Vis, em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e com o apoio Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), do Ministério da Cultura (MinC) e do Governo Federal. O projeto prevê a recuperação do interior da construção, contemplando elementos artísticos como retábulos, púlpito, arco-cruzeiro, balaustrada da nave e pia batismal. Também estão contempladas a reforma do assoalho, a instalação de câmeras de segurança, a laminação do telhado e a restauração e conservação do acervo de imaginárias.

Com:

@blimabracher #blimabracher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *