Doces de São Bartolomeu são Patrimônio Cultural Imaterial

Eventos , , , ,

O Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Cultural e Natural (COMPATRI), vinculado a Secretaria Municipal de Cultura e Patrimônio, aprovou  por unanimidade, a revalidação do Registro da Tradicional Produção de Doces Artesanais de São Bartolomeu. A reunião contou ainda com a presença de representantes da Associação de Doceiros e Agricultores Familiares de São Bartolomeu (ADAF/SB).

O Secretário de Cultura e Patrimônio, Zaqueu Astoni, esclarece que a produção de doces artesanais do distrito foi o primeiro bem cultural registrado como Patrimônio Imaterial no Município de Ouro Preto em 2008 e que a Prefeitura, ao propor o Registro da Produção de Doces Artesanais de São Bartolomeu, teve como objetivo a preservação das características e do processo de fabricação artesanal dos doces, reconhecendo, protegendo e estimulando sua produção, garantindo a sustentabilidade de seus produtores.

Uma série de ações de valorização da produção de doces tem sido realizados desde o Registro, como: Confecção de selos identitários; confecção de rótulos para os doces; apoio à Festa Cultural da Goiaba; apoio técnico para adequação de condições de produção; alvará especial para comercialização em festividades tradicionais; apoio a participação em eventos e feiras.

Foto de Anne                  uza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *