Quem é o jovem Secretário de Cultura e Patrimônio de Ouro Preto: Na mesa com Zaqueu Astoni

Entrevistas , , , , ,

Ele é jovem, bem sucedido e em poucos anos passou de apenas mais um estudante da UFOP para um dos mais respeitados e queridos advogados de Ouro Preto.  Natural de Guaraciaba e casado com a arquiteta Priscilla Fernandes (foto), Zaqueu Astoni (foto) tem algo que o torna especial: o carisma.

A inteligência natural foi lapidada pela Faculdade de Direito, já que para ele, esta área do saber:  “Constitui das ciências humanas mais interessantes e vastas,  lidando com conteúdos da Filosofia, da Ciência Política, da Sociologia, da História, das Artes e da Literatura. Tudo que nos rodeia possui algum sentido jurídico, e entendendo as leis e normas fica bem mais fácil lidar com algumas situações cotidianas.”

A escolha por morar em Ouro Preto veio de uma paixão antiga: “Sempre tive ligação com a cidade.  Meu pai trabalhou durante 48 anos na antiga Alcan/Novelis e sempre frequentei Ouro Preto, tendo vontade de estudar aqui. A historia e a beleza da cidade sempre me fascinaram.”

Agora seu desfaio é assumir o cargo de Secretário Municipal de Cultura e Patrimônio, em Ouro Preto, na gestão do novo prefeito, Júlio Pimenta.

O sucesso precoce, ele atribui ao trabalho pautado pela ética, dedicação e afinco ao que faz. Nas horas de lazer, este jovem talento não dispensa os prazeres gourmets. Convido vocês a se sentarem à mesa com Zaqueu Astoni.

BB – O que a gastronomia significa na sua vida? Sei que sua esposa, a Priscilla, é descendente de portugueses e também uma gourmet.

ZA – Muito mais do que meramente se alimentar, o conceito de gastronomia passa por uma alimentação saudável, prazerosa e que remete a bons momentos. Priscilla me apresentou a saborosa comida portuguesa, berço de muitos pratos que apreciamos no Brasil.

BB – Um sabor que te remeta à infância

ZA – Doce de manga em calda

BB – Um restaurante inesquecível

ZA – O restaurante Brasinhas, que fica no cais da Ribeira no Porto/Portugal. Comi o melhor bacalhau da minha vida lá.

BB  – Um sabor mineiro imperdível.

ZA- Frango com ora-pro-nobis, do Restaurante Chafariz.

BB – Um bom vinho custo/benefício? (Até na faixa de R$ 100,00)

ZA – Chateau Lalaurie, Bordeaux. Otimo custo/benefício, custa entre 35 a 50 reais.

BB – Quais são seus pratos favoritos?

ZA – Bacalhoada, ora-pro-nobis e frutos do mar.

BB – Dê algumas dicas de bares ou restaurantes para quem vem a Ouro Preto.

ZA – Em termos de comida mineira, o Chafariz e a Casa do Ouvidor são imbatíveis. Para sair um pouco do mineiro, indico o Graciete, um jovem restaurante da cidade que vem se destacando no cenário gastronômico. Indico também o O Passo, com um ótimo cardápio internacional e excelente carta de vinhos.

BB – Com quem você gostaria de se sentar à mesa?

ZA – José Eduardo Cardozo, ex-ministro da Justiça do Governo Dilma.

BB – De quem você dispensaria a companhia?

ZA – Michel Temer

BB – Um prato indigesto?

ZA – Para mim não existe prato indigesto e sim um prato mal executado.

Foto arquivo pessoal

2 thoughts on “Quem é o jovem Secretário de Cultura e Patrimônio de Ouro Preto: Na mesa com Zaqueu Astoni

  1. Parabéns, Blima, bela matéria! O Zaqueu merece tudo isso é muito mais. Tenho certeza da eficiência do seu profissionalismo e dá eficácia de sua gestão à frente dá Cultura e Patrimônio de Ouro Preto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *