De pedras e pigmentos: Na Mesa com Fani Bracher

Entrevistas , , , ,

As impressões sobre pedras e pigmentos do Quadrilátero Ferrífero estão impregnadas na alma da mineira Fani Bracher. Há 44 anos a artista reside em Ouro Preto, tendo explorado a beleza silenciosa das paisagens e das minerações, dos ossos e dos resíduos orgânicos e minerais.   Agora, busca no fundo dos rios, nas cores e cintilâncias pueiris o substrato para compor sobre lonas, telas e objetos .

O choque da paisagem árida e inóspita da região de extração mineral das Minas Gerais teceria impressões profundas sobre a alma da artista. Natural de Coronel Pacheco, Zona da Mata mineira, Fani passa sua infância cercada por paisagens rurais, o verde profundo e vida abundante.

O destino, entretanto a levaria para outras terras, as terras hostis e pedregosas da mineração. Impressões difusas e diversas de sua realidade marcariam para sempre sua arte, antes impregnada de conjuntos de árvores, amarelos e verdes.

A vegetação agora é escura, aparada por negrumes e formas geométricas, brotando, vez ou outra uma flor em meio ao cinza. Misto de amor profundo e repulsa que pulsa em suas telas, como gritos de desespero, neste incongruente encontro de habitats. Outro universo se abre, de forma abrupta e perene, maculando para sempre sua vivência.

A inspiração brota nas telas como forma de reorganizar seu universo interno, agora povoado por minérios e horizontes desérticos. Os ossos aparecem como tema, numa busca por antecipar a finitude da existência.

O equilíbrio volta em sua fase de criação contemporânea. A calmaria de folhas das pastagens verdes dialogam com pedras e pigmentos, agora plenos de sentido e acolhimento. O reencontro de realidades, aparentemente opostas.  A beleza que flui, a inspiração que fica.

Fani é resultado dessa dicotomia de universos. Uma artista forte e corajosa, arrojada e vanguardista.

E sobre a gastronomia? O que encanta esta mineira? O site blimabracher.com e o  www.portaluai.com.br apresentam a vocês

BB – A gastronomia pra você é?

FB – Uma das faces mais importantes da cultura de um povo e de uma região.

BB – Um sabor da infância.

FB – Arroz de forno e o empadão da mamãe (Marina de Castro Gomes), aos domingos.

BB –  Um restaurante inesquecível.

FB – As parrillas do mercado de Montevideo

BB – Qual o seu prato favorito?

FB – Linguado ao molho de champignons

BB – Vinho ou cerveja?

FB – Vinho

BB – Qual?

FB – Um bom vinho verde português, geladinho (me lembra papai, Vasco Gomes); um tinto Côtes du Rhone; ou um bom tinto alentejano.

BB – Doce ou salgado?

FB – Os dois

BB – Qual?

FB – Entre os doces prefiro um creme brulêe

BB – Cite um ou mais restaurantes imperdíveis em BH.

FB – A Favorita;  Haüs Munchen;  e  Vecchio Sogno

BB – E em Ouro Preto?

FB – O Passo Pizza Jazz; Casa do Ouvidor; e Bené da Flauta

BB – E em Tiradentes?

FB – Tragaluz;  e Trattoria Via Destra

BB – Um chef

FB – Ivo Faria

BB – Um sabor de Minas

FB – Goiabada com queijo

BB – Com quem gostaria de dividir a mesa?

FB – Com a ministra Carmem Lúcia

BB – De quem dispensaria a companhia?

FB – De todos os políticos corruptos

BB – Um sabor indigesto.

FB – Corrupção

BB – Arte e gastronomia se integram?

FB – Completamente, se integram, complementam e se somam.

 

quadros-vo-elisa-033
Minerações
quadros-vo-elisa-068-nef
Minerações
154
Flores
dsc_2754-800x532
Ossos
ossos
Ossos
lonas-92-x-185-cm
Lonas
objeto-i-tecnica-pigmento-e-pedras-2015-20-x-20-cm
Objeto
sem-titulo-iv-pigmento-sobre-tela-100-x-100-cm-2015
Pigmentos sobre Tela
dsc_3302
Imaculada Conceição
sao-joao-batista
São João Batista
santa-luzia
Santa Luzia

18-atelier-das-lajes

20160929_143153-1
Matéria Revista Habitat
20160929_143249-1-2
Matéria Revista Habitat
fani-10
Com os pais Vasco Gomes e Marina de Castro Gomes
fani-9
Pesquisa nas minerações

Fotos: Ricardo Correia de Araújo

Texto: Blima Bracher

3 thoughts on “De pedras e pigmentos: Na Mesa com Fani Bracher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *