Turismo em foco: Minas quer ampliar opções e receptivo para o público LGBT

É Top , , , ,
Você sabia que Belo Horizonte tem o segundo maior circuito LGBT do Brasil? Segundo dados da Editora Guiya, a primeira rede de comunicação LGBT do país, a capital mineira aparece na frente até do Rio de Janeiro, com 60 points destinados ao público LGBT. A megalópole paulista aparece com 131 points e a capital carioca com 50. 
A elaboração do ranking tem base em critérios muito rígidos: profissionais da editora visitam as capitais, fazem entrevistas e, com isso, mapeiam os points LGBT ou gayfriendly (simpatizantes). “Para incluirmos um local em nossos roteiros, temos que ter a certeza de que o público gay é realmente frequentador. Belo Horizonte me surpreendeu quando eu fiz minha primeira visita técnica à cidade. Fiquei completamente encantado”, afirma Welton Trindade, jornalista e editor do Guia Gay BH, que faz parte da Editora Guiya.
De acordo com Organização Mundial de Turismo os público gay representa 15% da movimentação financeira no setor e, de cada dez turistas, um é LGBT.   O tema foi debatido essa semana no  I Fórum de Turismo LGBT Minas Gerais, com realização do Circuito Turístico das Grutas de Minas Gerais em parceria com as empresas AZ e Marca,  Turismo Receptivo A1  e Turismo e do coletivo ECO das Artes: “São empresas e entidades que acreditam no grande potencial do estado para se tornar um promissor destino LGBT friendly”, comenta Armando Siebler, sócio-proprietário da A1 Turismo.
 
O Circuito Turístico das Grutas de Minas Gerais, quer ampliar o receptivo e opções para este público promissor.  Fazem parte 12 cidades: Cordisburgo, Paraopeba, Caetanópolis, Sete Lagoas, Inhaúma, Jequitibá, Baldim, Funilândia, Capim Branco, Pedro Leopoldo, Lagoa Santa, Vespasiano. Com belas opções de grutas, cachoeiras, cenário natural e esportes radicais, além de boa infraestrutura gastronômica e hoteleira, as cidades participantes querem receber de braços abertos o público LGBT.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *