Restauro do Patrimônio Histórico, reflorestamento e apoio a festas populares pautam a cultura em Ouro Preto

É Top , , , ,

O restauro do Patrimônio Histórico da cidade de Ouro Preto, é uma das prioridades no governo do prefeito Júlio Pimenta. Para discutir metas, o Secretário Municipal de Cultura e Patrimônio, Zaqueu Astoni, se reuniu com superintendente do Iphan em Minas Gerais, Célia Maria Corsino, e com o diretor do Instituto em Ouro Preto, André Henrique Macieira, para buscar soluções e estreitar parcerias na manutenção e preservação de bens patrimoniais pertinentes às duas pastas.

Zaqueu disse que o foco principal do encontro foi relacionado às obras do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento para as Cidades Históricas, principalmente nos trabalhos não finalizados na gestão passada. No início da atual gestão, o prefeito Júlio Pimenta esteve em Brasília com o ministro da Cultura, Roberto Freire, para tratar de recursos do Ministério para obras do PAC em Ouro Preto e teve a informação da possibilidade de cerca de 36 milhões de reais.

Segundo Zaqueu, a liberação de recursos para algumas obras são prioritárias, como a segunda etapa da restauração do Santuário de Nossa Senhora da Conceição, do bairro Antônio Dias, que teve a primeira já concluída.

Celia Corsino apresentou, na ocasião, uma proposta para o retorno à visitação no Museu do Aleijadinho, que fica nas instalações do Santuário de Nossa Senhora da Conceição, dentro da semana que lembra o aniversário de morte do artista barroco mais famoso do Brasil. “O prefeito Júlio tem se empenhado muito para garantir as obras do PAC e garantir os recursos necessários para dar a Ouro Preto o destaque que merece no cenário nacional”, destaca a superintendente.

Outros projetos destacados de fundamental importância neste momento para Ouro Preto são o restauro da Igreja de Senhor Bom Jesus de Matosinhos, no bairro Cabeças, a Igreja de Santo Antônio da Casa Branca, em Glaura, e a Igreja de São Bartolomeu, em São Bartolomeu.
Zaqueu anunciou ainda a revisão do projeto de restauração de chafarizes, pois a primeira etapa não contemplou a volta de circulação de água nestes monumentos, e também a retomada da sinalização turística.

Também está entre as metas da Secretaria de Cultura e Patrimônio da cidade, o plantio de milhares de espécies frutíferas e floríferas na cidade. O programa “Paisagem”, idealizado por Zaqueu, visa a a produção de mudas próprias no viveiro municipal e através de doações de mudas e sementes. Os carros chefes serão o ipê amarelo e o jacarandá mimoso de flores azuis, de rápido crescimento, floração espetacular e sistema de raízes pivotantes, que não afetam fundações próximas. Nas frutíferas, serão plantadas espécies quase extintas da mata atlântica e cerrado como o araçá e cabeludinha, endêmicas da região.

A iniciativa teve o apoio do Secretário de Estado da Cultura, Ângelo Oswaldo de Araújo Santos (na foto com Zaqueu Astoni), que sugeriu locais de plantio e reflorestamento na cidade.
Também continuam em alta as festas populares que tem atarído milhares de turistas para Ouro Preto e os distritos. É a cidade retomando sua vocação turística e cultural.

Na foto, o Secretário de Estado da Cultura, Ângelo Oswaldo e o Secretário de Cultura e Patrimônio de Ouro Preto, Zaqueu Astoni

Com:

#blimabracher @blimabracher

One thought on “Restauro do Patrimônio Histórico, reflorestamento e apoio a festas populares pautam a cultura em Ouro Preto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *