Mineirinhas fazem bonito em copa de cervejas no exterior

É Top , , , , , , , , , , ,

Mostrando que Minas é mesmo grande polo de cervejas artesanais, nossas mineirinhas ampliam a visibilidade mundial, com a conquista de medalhas em concursos internacionais. Minas não recebe a alcunha de Bélgica Mineira por acaso. Confira as cervejas premiadas, produzidas no estado:

– Disturbed, da Cervejaria Verace – no estilo Double IPA, a Disturbed ganhou, na Copa Cervezas de América 2017, a medalha de ouro na sua categoria, uma das mais disputadas da competição e, de quebra, também foi eleita a melhor cerveja brasileira pelos juízes do concurso. São dois prêmios em um para a Cervejaria Verace, que também ganhou na categoria melhor rótulo. Além das medalhas da Disturbed, a Cervejaria também foi premiada com a medalha de bronze na categoria American IPA com a cerveja Syrena, totalizando três premiações na principal competição de cervejas das Américas.  A Disturbed tem 8% de teor alcoólico e une lúpulos americanos e australianos em sua receita para produzir um amargor marcante, com notas de maracujá e sutil toque de melão e frutas vermelhas e, ainda assim, manter um corpo bastante equilibrado.

– Duas cervejas da fábrica mineira Krug Bier foram premiadas no World Beer Awards 2017, um dos principais concursos cervejeiros do mundo: a Skank Altbier (foto em destaque) e a Submissão foram eleitas as melhores do Brasil em seus respectivos estilos. A Skank Altbier é uma cerveja de alta fermentação típica de Düsseldorf, Alemanha. Já a Submissão é uma Session IPA sem glúten, com adição de tamarindo, leve, com baixo teor alcoólico (3,9%), baixo conteúdo energético, baixo corpo, bem aromática, mas com alto drinkability.

 

– English Barleywine, da Loba – localizada dentro de uma fazenda na cidade de Santana dos Montes, essa cerveja acaba de ganhar a medalha de bronze da Copa Cervezas de América 2017, realizada na cidade de Santiago (Chile). A cerveja possui um sabor maltoso, forte, intenso, complexo, com várias camadas de notas que remetem a pão e biscoito até as que lembram nozes, torrada escura, caramelo escuro, toffee e/ou melado.

 

– English India Pale Ale, da Prússia Bier – recebeu a medalha de bronze na Copa Cerveza de América deste ano. A mineirinha que subiu ao pódio é uma cerveja escura, de coloração âmbar, colarinho cor de creme perolado, cremoso e duradouro. Tem sabor evidenciado de lúpulo com notas florais e frutadas e  6,5% de teor alcoólico.

A Copa Cervezas de América é um concurso internacional, onde participam cervejas de todo o continente Americano. O concurso promove encontro anual da cultura cervejeira latino-americana e os juízes são renomados, mestres cervejeiros e amantes da cerveja de todo o continente reuniram-se. Desta vez o evento foi de 16 a 22 de outubro em Santiago, no Chile.

 

Com:

#blimabracher
@blimabracher

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *