Crônica: “A caixinha cor de rosa dos antepassados suíços”

Crônicas com Café , , , , , , , 0 Comment on Crônica: “A caixinha cor de rosa dos antepassados suíços”

Um primo envia pro meu pai uma bela caixa cor de rosa pelos correios. Carlinhos eufórico comemora: depois da morte da matriarca daquele núcleo Bracher, mandam todas as fotos e cartas da família. Pra quem? Pra documentarista aqui: lógico. Do...

Continue lendo

Savassi: a história do bairro mais famoso de BH e seu menestrel, Pacífico Mascarenhas

Crônicas com Café , , , , , , , , , , , , , 0 Comment on Savassi: a história do bairro mais famoso de BH e seu menestrel, Pacífico Mascarenhas

Savassi nossa de cada dia Quando soltava a fornada de pães quentinhos, o padeiro Amilcare Savassi nem sonhava que algumas décadas depois, toda uma região seria batizada com seu sobrenome. Nos anos 30, o italiano estabeleceu-se na Praça Diogo de...

Continue lendo

Quando a Voz se transfigura em Cores

Crônicas com Café , , , , , , 0 Comment on Quando a Voz se transfigura em Cores

Em vista a Belo Horizonte, o pintor mineiro Carlos Bracher fez retrato do tenor italiano Cristian Lanza, e a ele dedicou o texto: NAS ASAS ONÍRICAS DA ARTE, por Carlos Bracher  Vem de Nápoles das mais lindas vozes masculinas: Mário...

Continue lendo

Homenagem de Carlos Bracher aos mineiros nos 120 anos de BH

Crônicas com Café , , , , 1 comentário em Homenagem de Carlos Bracher aos mineiros nos 120 anos de BH

Profusão barroca, por Carlos Bracher Na telúrica promessa de nossos passos indevassados de enigmas, somos barrocos em espírito e matéria, nos gestos de fragilidade desse desejo franco de transpor, sagrar e ressurgir, refluir o pensamento nas hastes da sabedoria, a...

Continue lendo