Roda de choro só com mulheres é atração no Mercado Central

Agenda Cultural, Em Belo Horizonte , , , ,

A capital mineira é referência no país quando o assunto é música instrumental. Neste rico cenário, o choro é um dos gêneros mais populares. Porém, em BH e em outras cidades brasileiras, é visível a menor participação das mulheres nas rodas de choro, apesar do gênero ter como um dos principais precursores a pianista, maestrina e compositora Chiquinha Gonzaga.

Agora, a exemplo desta grade percussora, a mulherada assume o comando do chorinho. A show faz parte da  programação do Festival Cultural do Mercado, que tem patrocínio do Instituto Unimed-BH, e, no  dia 28 de setembro, às 18h30, é a vez do grupo Abre a Roda – Mulheres no Choro, primeiro projeto de Belo Horizonte a fortalecer a presença feminina nas rodas de choro na cidade.

“A ideia não é proporcionar um encontro exclusivo de mulheres e excludente dos homens que já estão nestes lugares, mas sim incluir também a presença feminina neste lugar. A roda de choro tradicionalmente apresenta-se de forma aberta, os músicos vão chegando e se organizando e revezando entre si, e assim será a nossa roda: toca que quiser, independente do gênero. Sempre atentas, é claro, em respeitar o espaço de todos”, explica Michelle Barreto, integrante do grupo.

Doze musicistas expoentes na cidade vão interpretar um repertório escolhido a dedo. São elas Michelle Barreto (voz), Alice Valle (flauta transversal), Claudia Sampaio (sax), Raissa Anastasia (bandolim), Thamiris Cunha (clarineta), Camila Menezes (violão), Tauini Mauê (violão), , Maria Bragança (sax tenor e alto), Marina Gomes (pandeiro), Mariana Bruekers (flauta transversal) e Maria Elisa Pompeu (cavaco) – Foto de Mirela Persichini.

A temporada de apresentações do festival seguirá até novembro deste ano.

Festival Cultural do Mercado Central

Abre a Roda – Mulheres no Choro

Dia 28 de setembro – 18h30

Av. Augusto de Lima, 744 – Centro, Belo Horizonte – MG

Ingressos – acesso gratuito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *