Praça da UFOP traz shows imperdíveis no Festival de Inverno. Confira programação

Agenda Cultural, Em Ouro Preto ,

No dia 13 de julho, sexta-feira, às 21h, Dia Mundial do Rock, a Praça da UFOP recebe a Orquestra Ouro Preto, com o consagrado concerto The Beatles, composto por músicas do famoso quarteto de Liverpool. Em seguida, a praça é tomada pela Banda Calix, que atua desde 1998 com a mesma formação e é uma das bandas independentes mais importantes do País. Suas influências são o rock, a músicafolk, a música mineira e a world music.

Abaixo, foto da Orquestra Ouro Preto

Abaixo foto da Banda Calix

 

No dia 14 de julho, sábado, artistas aclamados da cena contemporânea brasileira tomam conta da Praça da UFOP. Às 21hMatheus VK abre a noite com suas versões carnavalescas de canções de músicas em estilo brega e sensual. Psicólogo, ele largou a profissão para se dedicar à música e puxa o bloco carnavalesco Fogo e Paixão, no Rio de Janeiro. Às 22h30, Larissa Luz sobe ao palco trazendo a música negra e baiana contemporânea. Indicada ao 17º prêmio Grammy Latino, ela tem Nina Simone e Elza Soares como influências.

Abaixo foto de Larissa Luz

 

No domingo, 15 de julho, às 21h, é a vez do grupo Candonguêro, tradicional de Ouro Preto, ocupar a Praça da UFOP, com o show focado em seu primeiro disco, Era uma vez um Carnaval, lançado em 2018.

 

A Tropicália, tema do Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana – Fórum das Artes 2018, recebe os holofotes do palco da Praça da UFOP no dia 20 de julho, sexta-feira, às 21h, com a banda Nem Secos e o show Tropicália 50 anos. No repertório, releituras ousadas dos grandes sucessos dos tropicalistas, como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Tom Zé, Os Mutantes e Gal Costa. Às 22h30, é a vez da bandaFrancisco, El Hombre (foto em destaque), formada por mexicanos e brasileiros em uma forte conexão latino-americana, com músicas autorais em espanhol e em português.

No sábado, 21 de julho, às 21h, Duzão Mortmer e Band traz o show Homem de Laboratório, com mistura de ritmos diversos, como funk, reggae, rock, blues e samba. Às 22h30, a banda belo-horizontina Cartoon sobe ao palco com seu rock progressivo e seus mais de 20 anos de trajetória.

O encerramento do Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana – Fórum das Artes 2018, no domingo, 22 de julho, tem, às 21h, a banda Dolores 602 com o show Cartografia. O grupo é formado por quatro mulheres mineiras, todas feministas, com influência da baiana Maglore às americanas The Black Keys, Widowspeak e Warpaint, passando por The Cranberries, Rita Lee e Pato Fu. Para finalizar, às22h30 a Fractal Orchestra apresenta o show Metamorfose: Uma Viagem Sonora Pela Música Brasileira. A Fractal é uma orquestra de cordas sinfônicas que utiliza elementos sintetizados, elétricos, eletrônicos, étnicos, vozes e recursos tecnológicos para simular timbres, efeitos e manipular sons de modo a gerar uma experiência sonora diferenciada.

Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana – Fórum das Artes 2018 é uma realização da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), em parceria com a Fundação Educativa Ouro Preto (Feop) e as Prefeituras de Ouro Preto e João Monlevade. Mais informações pelo site www.festivaldeinverno.ufop.br.

 

Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana – Fórum das Artes 2018

Ouro Preto e Mariana

6 a 22 de julho

 

Site do Festivalfestivaldeinverno.ufop.br

Divulgação e fotos: Converso Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *