Poeta Lucas Guimaraens lança livro abordando vazio existencial

Agenda Cultural, Em Belo Horizonte , , , ,

Ausência, saudade, distância, vazio existencial, esperança e visões da desigualdade social estão entre as paisagens do novo livro do poeta mineiro Lucas Guimaraens. “Exílio — o lago das incertezas”, publicado ano passado na França, será lançado em terras brasileiras nesta quinta-feira (12), às 19h, na Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais. Quinto livro do escritor, a obra nasceu de suas observações e inquietações desde que morou na França, onde estudou direito e filosofia na Universidade Paris 8 e Paris X, até os dias atuais. O lançamento vai contar com sessão de autógrafos e um bate-papo entre o autor e o editor José Eduardo Gonçalves. Além disso, os poetas Ana Martins Marques, Ana Elisa Ribeiro, Fabrício Marques e Leo Gonçalves vão realizar leituras de trechos dos poemas presentes em “Exílio”.

Com apresentação assinada pelo conterrâneo Edimilson de Almeida Pereira, o livro é composto de 27 poemas agrupados em cinco seções, cada uma delas inaugurada por um poema em prosa. Esses poemas iniciais – que podem se assemelhar ora a contos, ora a crônicas – estabelecem os pilares da obra: dão o tom da linguagem escolhida, marcam o cotidiano e a sensação de inquietude própria do século XXI. Perpassam todo o livro a ideia do exílio (de si, de sensações, de situações factuais da vida cotidiana) e da experiência individual do autor. Conforme aponta Edimilson de Almeida Pereira na introdução da obra, “esses poemas formam um conjunto com tessitura própria, na qual se destacam a ironia e a acidez de um mundo em desordem”.

Sobre Lucas Guimaraens

Lucas Guimaraens firma a própria voz poética sem abandonar suas influências literárias (Ginsberg, Whitman, Lorca, Cecília Meireles, entre outros) e abraça também a herança poética familiar de Bernardo Guimarães, Alphonsus de Guimaraens, Alphonsus de Guimaraens Filho e Afonso Henriques Neto. No campo da poesia, lançou em 2011, pela 7Letras, “Onde (poeira pixel poesia)”, e em 2015, pela Azougue Editorial, “33,333 – conexões bilaterais”. Também é autor do livro de filosofia “Michel Foucault et la dignité humaine”, publicado em 2015 pela editora parisiense L’Harmattan.

Atual Superintendente de Bibliotecas Públicas e Suplemento Literário da Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, Lucas Guimaraens defende o amplo acesso à leitura em seu estado. Em 2016, tornou-se coordenador do Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura Brasileira e Bibliotecas, que visa a garantir o acesso aos livros e a formalizar políticas públicas de fomento e democratização da leitura em Minas Gerais.

Desde que retornou ao Brasil, em 2010, o escritor se divide entre a Academia Marianense de Letras (MG); o programa Outras Palavras, que leva pílulas de literatura à Rádio Inconfidência;  os cargos de membro do conselho consultivo e deliberativo da cátedra de Filosofia da Cultura e das Instituições Culturais da Unesco e de editor da coleção Philosophie-artiste nas Éditions L’Harmattan, ambos em Paris, França. Além disso, em 2014, foi curador do Festival Internacional de Poesia de Istambul, Turquia; em 2016, do Circuito das Letras, em Belo Horizonte, e em 2017, da Bienal Internacional de Poetas de Paris/Val-de-Marne.

Título:Exílio — o lago das incertezas

Autor: Lucas Guimaraens

Número de páginas: 68

Editora: Relicário Edições

Preço: R$ 35,00

LANÇAMENTO DO LIVRO EXÍLIO — O LAGO DAS INCERTEZAS, DE LUCAS GUIMARAENS

Data: 12 de abril (quinta-feira)

Hora: a partir das 19h

Local: Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais (Praça da Liberdade, 21, Belo Horizonte)

Evento gratuito e aberto ao público

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *